Pesquisar neste blogue

terça-feira, fevereiro 20, 2007

Rei das Bananas e dos Tomates


Este carnaval, Alberto João não precisou de fantasia para ser eleto o Rei das Bananas e dos Tomates.
Depois de "Proclamar" que os portugueses que aceitaram o resultado do Referendo não tinham testículos.
Aproveitou, agora, a quadra e veio mais uma vez desfilar de "Salvador da Pátria" madeirense. Empunhando o espantalho das Finanças Regionais, dá um "golpe de estado", pretendendo convocar e transformar uma eleição antecipada num plesbicito salazarista, concentrando, por via dos votos, o poder totalitário nas mãos do Rei do Arquipélago das Bananas e dos Tomates.

10 comentários:

Anónimo disse...

João Jardim foi eleito DEMOCRÁTICAMENTE quer você queira quer não.A democracia tem destas chatices...bons eram os tempos de Estalin! Que saudades dó muro de Berlim!!

vermelhoFaial disse...

Realmente, é uma chatice e até as personagens tem alguma semelhança.
Democracia é muito mais que uma eleição de 4 em 4 anos. Neste caso, a eleição que se advinha, apesar de parecer democrática, só vai sevir para ampliar a arrogância
e a prepotência do "pensamento jardinista", uma vez que as condições objectivas de alternativa e alternância não existem na Madeira.
Jardim, homem de forte personalidade, tem sabido arrumar quem se lhe opõe. Tem levado muitos fundos para a Madeira, mas apesar de algum desenvolvimento em infraestruturas, a riqueza está muito mal distribuida e problemas sociais como a pobreza, a pedofilia e a falta de liberdade são bem visiveis. Quem não é pelo João é contra o João e isso tem um preço.

Anónimo disse...

Você está coberto de razão!

Na Madeira, quando as pessoas vão votar, o João Jardim acompanha cada eleitor ao cubículo onde se vota, e vê em que partido a pessoa votou.Depois, toma nota! Anda sempre com um cadernino no bolso!

Deve ser assim.

:) :) :)

Democracia real,é naquele partido onde se vota de braço no ar!

Claro que não há alternativa a Jardim na Madeira.Os outros partidos estão proibidos!!

Para não falar da grande democracia cubana!!
Em Cuba, nesse baluarte da democracia há muitos partidos, não é? Acho que serão uns 15... talvez mais.

Periquito disse...

Cá o Periquito, na sua raiva ignorante, sugere que a Madeira se torne independente da Republica Portuguesa, acabando-se assim a necessidade do "pedalho" ao contenente.
Não mais será preciso Jardim estender a mão a pedir esmola aos cubanos.

PS: quem "defende" os desvarios de jardim com os de cuba, ou russia? Aqueles a quem lhes falta os argumentos e o fanatismo politico. São ambos iguais! Os defeitops de uns vão encobrir os dos outros?
Esta raivosa ignorância do Periquito entende que Jardim é um canalha, como foi Estalini e o é Fidel! Se calhar não?
Mas o mesmo melhor será a Madeira tornar-se independente e assim passar a gastar o seu dinheirinho à vontade!

Anónimo disse...

o periquito é um canalha também, a insultar as pessoas!! Um canalha ignorante!!

Periquito disse...

É isso mesmo. Somos todos os pulhas incipientes, incluindo os anónimos expertos, não é, ó seu AVS?

Anónimo disse...

AVS significa o quê?

É que não andei na escola contigo, portanto não conheço as tuas siglas.

Suspeito até que não andaste na escola...

Periquito disse...

AVS é o Anònimo!
A minha Escola foi andar nas árvores a cagar para a tua toliçe!

vermelhoFaial disse...

Ía dizer "Bom", mas será mais certo dizer "mau", este espaço não está a passar pelo seu melhor momento, assim sem mais nem menos e a coberto do anonimato, esta caixa de comentários desceu a um patamar em que não me revejo.
Este é um espaço livre e aberto, por isso não apago os comentários, mas quero demarcar-me deles.

Periquito disse...

Amigo Vermelhinho. acho que tens toda a razão e da minha parte penitencio-me. Acabei por "perder" a cabeça com estes anónimos, mas prometo-te que me vou moderar e pura e simplesmente desprezá-los.